search menu
play_arrow

keyboard_arrow_right

skip_previous play_arrow skip_next
00:00 00:00
playlist_play chevron_left
volume_up
  • Home
  • keyboard_arrow_right Podcast
  • keyboard_arrow_right Destaque
  • keyboard_arrow_rightPodcasts
  • keyboard_arrow_right
  • keyboard_arrow_right Papo Cloud 016 – Controle de CUSTOS com base em dados
play_arrow

Podcast

Papo Cloud 016 – Controle de CUSTOS com base em dados

Vinícius Perrott 28 de abril de 2019 396 100 2


Background
share close



Bem-vindo ao Papo Cloud Podcast. Eu sou Vinicius Perrott e aqui, o Papo é Cloud!

“Segundo estimativas do mercado, as ferramentas analíticas podem trazer um aumento de 5% a 10% no fator de recuperação do campo e uma redução de 10% a 30% no custo operacional.”

Esses dados foram retirados da revista Brasil Energia Petróleo & Gás número 409 de dezembro de 2014.

Com um pouco mais de quatro anos de publicação a matéria de nome “Na era do Big Data” escrita por Ricardo Vigliano, apresenta um outro dado mais intrigante.

“Um poço exploratório gera cerca de 2 terabytes de dados por dia, dos quais, segundo estatísticas internacionais, apenas 5% são analisados por alguma ferramenta inteligente.”

Talvez você não atue no seguimento de Óleo e Gás e não tenha uma verba de trilhões de dólares que eles possuem, mas acredite, você pode conseguir controlar e identificar possíveis reduções de custos analisando seus próprios dados utilizando algumas das ferramentas em nuvem com pouco investimento.

Mas, antes de você entender por quais caminhos seguir, veja se consegue responder a algumas questões fundamentais sobre seus dados, vamos lá!

  1. Onde estão seus dados?
    1. Sistemas únicos ou distribuídos
  2. Como estão estruturados?
    1. Base de dados relacional, não relacional, planilhas eletrônicas, documentos de textos, entre outros.
  3. De que forma esses dados se cruzam?
    1. Os cruzamentos dos dados acontecem em planilhas ou em sistemas mais estruturados?
    1. Ou seriam um pouco dos dois?
  4. De forma bem empírica, na sua opinião, de ZERO a DEZ, qual seria o nível de confiança dos dados?
    1. Eles estão preenchidos de forma correta, tem algo faltando?

Parecem perguntas simples, mas o que observo em projetos de análise de dados é um foco muito grande na ferramenta que está sendo analisado.

Na maior parte dos casos os gestores assumem uma postura de fé, isso mesmo, fé.

– Eu tenho fé que essa ferramenta vai organizar os dados.

– Eu tenho fé que vamos ter as informações que tanto precisamos.

Claro, que a fé é importante, se você tem, junte a ela um pouco de organização e processo e você verá resultados incríveis.

—————–

Uma coisa que tenho fé e aos poucos vamos nos organizando por aqui é que.

Você ouvinte do Papo Cloud Podcast já sabe, mas não custa lembrar, toda a transcrição desse programa você vai encontrar em papo.cloud/016.

Já sabe da novidade?

Temos O PRIMEIRO assinante em um de nossos planos.

Que tal se juntar ao Arthur e contribuir VOCÊ também para melhorar mais esse programa?

Baixe o aplicativo PicPay nas lojas do Android ou iOS e busque por Papo Cloud, você pode contribuir mensalmente a partir de R$3,50.

Veja todos os planos e seus benefícios no aplicativo PicPay procurando por Papo Cloud.

Não deixe de nos enviar seu comentário, estamos no Instagram e Twitter com @papocloud, visite nosso site papo.cloud e assine nossa News, se tiver algum tema ou sugestão mande um e-mail para contato@papo.cloud.

Fazendo uma busca rápida sobre métodos analíticos no Google Scholar o Google Acadêmico, onde reúne artigos e trabalhos científicos, podemos encontrar mais de 24 mil resultados sobre esse tema.

Ai você que é gestor e quer arrumar essa imensidão de dados deve estar se perguntando, por onde começar?

São tantos métodos.

  • Estatística descritiva
  • Análise preditiva
  • Análise prescritiva

E tantos outros, sem contar com suas inúmeras variações e métodos aplicados por fabricantes de soluções analíticas que fica até complicado de saber por onde começar.

Aqui vão algumas dicas que podem te ajudar na sua decisão e quem sabe, você possa enxergar que análise de dados seja definitivamente um projeto rao seu alcance.

Dica número 1: tente responder com total sinceridade as perguntas básicas lá no início desse podcast.

Não precisa voltar para o início do programa as perguntas estão na transcrição em papo.cloud/016.

Dica número 2: bem ou mau você já tem uma ferramenta muito poderosa dentro de casa que é a planilha eletrônica pode ser o Excel ou outro software parecido.

– Ahhhh Fala séria né Vinicius, planilha eletrônica mesmo?

– Está de brincadeira com minha cara?

– Bem… Sendo bastante honesto. Já vi projetos incríveis em planilhas, mas só para deixar bem claro uma coisa.

Quem vai dizer se a planilha pode ajudar ou não será: o volume de dados que você tem, a quantidade de relações que esses dados fazem e quanto insight você consegue extrair de forma rápida sobre esses dados.

 Dica número 3: monte um time heterogêneo e engale eles e você também nessa missão.

Uma pessoa de TI que entenda da dados e planilhas, uma pessoa da contabilidade ou finanças, uma pessoa da área fim da organização e você.

Comesse com poucos dados e poucas perguntas e aos poucos o seu time perceberá que consegue trazer mais informações do que antes.

Aproveite e construa um paralelo entre o volume TOTAL de informações que a sua empresa possui e o quanto desse total está sendo analisado.

Pegue uma área da sua empresa e calcule o custo dela e quantos desses dados são destinados a esse setor ou quantos dados eles geram.

Feito essa força tarefa, imagine você conseguindo aumentar de 5% a 10% o número de dados analisados e reduzir seus custos em 1% ou mais.

Será que não vale apena essa iniciativa?

Nos dias de hoje eliminar custos não estão unicamente ligados aos custos tradicionais com imobiliário, insumos, contratações e os impostos, esse último aí vamos deixar para tratar em um outro programa.

QUE FIQUE BEM CLARO, para cada tipo de empresa existem níveis de maturidade diferente e que exigem outras estratégias.

Podendo ser a contratação de uma ferramenta de mercado ou uma consultora especializada, que nesse caso, além da ferramenta, você contratará o know how dela.

Lembrando que você deve colocar em suas análises, mais alguns fatores:

  • Quanto custa?
  • Tempo total do projeto
  • Tempo para iniciar as primeiras operações
  • Revisão dos modelos e processos
  • Curva de aprendizagem da sua equipe
  • E quais benefícios diretos e indiretos serão obtidos?

Falando de uma ferramenta que tem crescido muito no mercado, mas imaginando que você já tenha um domínio de intermediário para avançado sobre seus dados e que não queria utilizar planilhas eletrônicas a alternativa seria utilizar o Microsoft PowerBI.

Com apenas uma única assinatura pagando mensalmente você já terá acesso ao recurso de insight das fontes de dados que você fizer a conexão e muitos outros.

Como alternativa para começar seu projeto de análise de dados em poucos minutos seria utilizar o período de avaliação de 60 dias do PowerBI.

Posso estar enganado, mas 60 dias é um tempo bastante interessante para tirar do papel o seu projeto.

Cada empresa é um caso e cabe a VOCÊ como gestor, analisar qual ou quais caminhas seguir.

Uma última dica: Quando for criar seu projeto de análise de dados, crie uma plataforma aberta que permita a integração entre fornecedores, assim seus dados terão um nível de relevância muito maior do que os dados que você tem hoje.

E ai!? Tá na nuvem?

———

Apoiador PicPay:

Arthur Moura

E para o nosso último recado, se quiser participar do nosso grupo no Telegram, acesse http://bit.ly/papocloudtelegram
Veja outros podcast em http://www.papo.cloud/podcasts

  • cover play_arrow

    Papo Cloud 016 – Controle de CUSTOS com base em dados
    Vinícius Perrott

Tagged as: , .

Rate it
Previous episode
Post comments (0)

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *