play_arrow

keyboard_arrow_right

skip_previous play_arrow skip_next
00:00 00:00
playlist_play chevron_left
volume_up
play_arrow

Podcast

Papo Cloud 032 – O Historiador

Vinícius Perrott 18 de agosto de 2019 401 100 2


Background
share close

Bem-vindo ao Papo Cloud podcast. Eu sou Vinicius Perrott e aqui, o Papo é Cloud!

Na ficção podemos encontrar vários filmes que relatam histórias de aventuras sobre historiadores investigando tumbas e cavernas de milhares de anos.

No mundo real esses historiadores estão buscando sempre por novas descobertas e fatos, e registrando por meios modernos através da computação.

“No entanto, é impossível que um historiador seja capaz de avaliar, discutir, compreender e explicar todos os acontecimentos, sentimentos e pensamentos que contribuíram para que determinado evento acontecesse.”

Fonte: https://www.sohistoria.com.br/ef2/paraqueserve/p4.php

A humanidade produz a sua história ao longo que vive e vivencia outras histórias e o papel do historiador é saber coletar fatos e evidências para que se crie um registro para as gerações futuras, e assim entenderem como determinado fato ocorria na época do seu registo.

Mas, sabemos que registrar alguns fatos atuais enquanto se vive possui de certa maneira uma facilidade, já que hoje praticamente as fontes de pesquisas são infinitas.

O historiador que se dedica a registrar fatos já ocorridos tem em sua missão um desafio mais singular no processo de suas investigações em relação ao registro da atualidade.

Só lembrando que na época das construções das pirâmides não existiam fotos ou vídeos que pudessem capturar cada momento da construção.

E por não existirem esses recursos na época é importante que cada historiador construa uma habilidade de investigação e apuração de fatos com base nos registros existentes.

E com isso conta com um conjunto de técnicas científicas que os norteiam, como por exemplo um conjunto de boas perguntas para iniciar o seu trabalho.

O site Só História lista 8 perguntas fundamentais, sendo elas:

  1. Qual o documento com que vai trabalhar?
  2. O que esse documento nos diz?
  3. Como o diz?
  4. Quem o fez?
  5. Quando o fez?
  6. Em nome de quem o fez?
  7. Com que propósito fez?
  8. Qual a relação do documento, no momento de sua produção, com a realidade mais ampla à qual o historiador quer chegar?

Claro que para cada tipo de trabalho de investigação e registro as perguntas são formuladas mais próximos dos fatos em questão, cabendo ao historiador e a sua comissão definir quais perguntas irão ser tratadas e quais são descartadas ao menos no início do trabalho.

O mercado de atuação de um historiador é bastante amplo e no mundo moderno seu papel pode ir muito além de criar e selecionar livros para ser ensinados nas escolas de ensino regular, seu papel pode explorar mercados como produção de jogos educativos, seja de tabuleiro ou eletrônico, como os jogos de vídeo games que como você deve saber, jogos temáticos como histórias de guerra ou povos antigos trazem um realismo em suas histórias graças aos historiadores.

Já no mercado de turismo, onde as habilidades de um historiador pode fazer toda a diferença para que o turista aprenda um conteúdo relevante o suficiente que ele próprio consiga contar lá na sua cidade ou pais de origem a história aprendida, fazendo com que mais pessoas se interessem em conhecer aquele lugar e conseguintemente aumentado a receita por meio de novos turistas.

O Historiador usa em sua metodologia a consulta de inúmeras fontes de dados, sendo livros, manuscritos, pinturas, esculturas, construções, histórias em quadrinhos, canções, testemunhas oculares essas fontes permite que se crie de certa forma uma ponte ou conexão entre o presente e o passado, mas lembrando que o passado nunca é verdadeiramente experimentado, porque como você sabe a máquina do tempo não foi inventada.

Uma das fontes que os historiadores podem contar nos dias de hoje e que você sabe muito bem, é ouvir aos podcast aqui do Papo Cloud e como você já sabe, mas não custa lembrar, toda a transcrição desse programa você vai encontrar em papo.cloud/032.

Arthur e Samuel já estão aqui no Papo Cloud ajudando a melhorar mais esse programa e VOCÊ?

Baixe o aplicativo PicPay nas lojas do Android ou iOS e busque por Papo Cloud, você pode contribuir mensalmente a partir de R$3,50.

Quer ajudar ainda mais o Papo Cloud?

Mande seu comentário, estamos no Instagram e Twitter com @papocloud, visite nosso site papo.cloud e assine nossa News, se tiver algum tema ou sugestão escreva para contato@papo.cloud.

A história em geral é uma construção e reconstrução a todo momento e é justamente nesse processo de aprender e reaprender que dentro nas áreas de TI que temos muito a aprender com os historiadores e os seus métodos.

Em alguns projetos que participei era muito comum ouvir os seguintes comentários:

“É melhor refazer esse servidor já que não sei bem como foi configurado.”

Ou

“Essa rede aqui está estranha é melhor criar uma nova.”

Se cada vez que for contratado um novo membro na equipe de TI ou uma consultoria for iniciar um trabalho tiver que “recriar” o ambiente, como seria esse ambiente de TI?

Claro, se o trabalho da consultoria for exatamente em recriar uma infraestrutura, tudo bem, mas se não for, não faz o menor sentido refazer tudo de novo, não é verdade?

Se dentro do seu time de TI você tiver um historiador ou ao menos utilizar de seus métodos e procedimentos fica bem mais fácil administrar e evoluir sua infraestrutura, já que a história é uma ciência que orienta no tempo presente explicando fatos ocorridos no passado, para então sabermos o que foi feito e em seguida entendermos como estamos ou no caso da sua infraestrutura como ela está.

Na área de TI das empresas os registos históricos normalmente são encontrados em alguns poucos documentos ou relatos, cabendo o historiador de TI iniciar sua investigação identificando quais são esses relatos, onde estão e como acessá-los.

Lembra das perguntas de pesquisa dos historiadores? Aqui, você também terá que elaborar seu conjunto de perguntas para iniciar suas investigações.

Mas, qual ou quais benefícios uma organização ganhará em ter a sua história registrada, documentada, atualizada e perpetuada?

Essa já poderia ser a sua primeira pergunta de investigação, mas para você que pretende começar a registrar a história do seu departamento de TI eu responderia mais ou menos assim:

A incompreensão do presente deve ser a ignorância do passado!

E ai?!
Tá na nuvem!

———

Apoiador(es) PicPay:
Arthur Moura
Samuel Camelo

E para o nosso último recado, se quiser participar do nosso grupo no Telegram, acesse http://bit.ly/papocloudtelegram
Veja outros podcast em http://www.papo.cloud/podcasts

  • cover play_arrow

    Papo Cloud 032 – O Historiador
    Vinícius Perrott

Tagged as: , .

Rate it
Previous episode
Post comments (0)

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *