Tá Na Nuvem 042 – Folk lore

Tá Na Nuvem!

Na cultura brasileira é bastante comum celebrar o folclore, seja na arte, música, desenhos animados, pesas de teatro e em filmes.

Segundo a Fundação Joaquim Nabuco:

“O folclore se tornou uma ciência sócio-cultural, por assim dizer. Tal ciência objetiva dar conta dos mitos, superstições, contos, fábulas, poesias populares, provérbios, culinária, arte, literatura popular, música, jogos e brincadeiras infantis, danças, entre tantos outros”.

Fonte: http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar/index.php?option=com_content&view=article&id=449&Itemid=185

No ambiente de TI é muito comum encontrarmos celebrações dos mitos, contos e fábulas sobre a tecnologia da informação.

No folclore popular temos alguns personagens com a CAIPORA, CURUPIRA, SACI PERERÊ o a MULA SEM CABEÇA que preenchem nossa imaginação com estórias intrigantes e algumas até bisaras.

Já no folclore da TI, temos personagens como o UPDATE EM PRODUÇÃO SEM CABEÇA, OS CHAMADOS DA MEIA NOITE, A LENDA DA MIGRAÇÃO SEM FIM, A NUVEM FANTASMA, O CHATBOT MALDITO, OS CLUSTES DE UM NÓ SÓ e o BACKUP DE SETE CABEÇAS, são estórias que essas sim causam pavor e pesadelos nos sonos dos administradores de TI.

Uma sociedade é fundamentada em percepções, vivências e cultura, se você quiser saber quais são os seus temores e receios basta estudar seu folclore.

Já na área de TI é intrigante que o uso da mesma tecnologia em culturas distintas produz estórias e personagens diferentes.

A questão toda está na diferença entre cada folclore, sendo um para entreter e divertir o outro para apavorar.

Meu nome é Vinicius Perrott do Papo Cloud e esse é o Tá Na Nuvem, acesse papo.cloud para esse e outros conteúdos.

Veja outros podcast em http://www.papo.cloud/podcasts
E para o nosso último recado, se quiser participar do nosso grupo no Telegram, acesse http://bit.ly/papocloudtelegram